Joaquim de Angola e José de Nagô.



Pele cor de Terra mostrando sua força de vida nas mãos dos calos do tempo. Luz de encanto e ensinamento na alma divina de negro onde reluz a simplicidade de colo na humildade dos Orixás na essência de Obaluaê.


Ah meu negro! Em evangelhos surge Jesus-Oxalá; sê comigo Joaquim de Angola e José de Nagô ambos de almas benditas e escrava, ensina-me a andar de pés no chão, na humildade e conduz-me pelas terra sagradas do velho Omolú-Obaluaê.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Optchá!