Me Curar Nas Águas De Iemanjá




Quando a tristeza aportar no cais da solidão, que eu possa ainda como marinheiro no balanço do mar, me curar nas águas Assessu de mãe Iemanjá.

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo