Obsessão Inteligente




Uma das condições da inteligência racional é achar justificativas a tudo para relevar sua faixa vibracional como perfeita, e concluir que se existe uma desarmonia nela, ela é por culpa de alguém ou algum sistema.


São espíritos encarnados de ego rígido, que não aceitam serem classificados de forma menor que alguma coisa ou algum sistema e, portanto investidos de soberbas escondidas em falsos níveis de humildade mediúnica.


Geralmente estão ligados a espíritos de maior habilidade inferior por se associarem a padrões de melhor nível intelectual e de informações espirituais.


Usam o evangelho para justificarem-se que estão certos sempre e para marcarem aqueles do qual nutrem diferenças pessoais. Estão na categoria dos espíritos de ordem densa e estão escravizado pela psicosfera da racionalidade e a todo momento se justificam.


Conseguem ler um livro como o "Aconteceu na casa espirita" e ver todo mundo com um obsessor ou sendo o obsessor, e quando se avalia ele não consegue se ver sendo obsediado, acredita que por conta da sua forma pensamento, que se estão é por conta de alguém ou algum sistema que os persegue, não compreende, o exclui, portanto, quando estão fragilizados, destilam dois tipos de personalidade: Uma emocionalmente triste e vitimada e a outra de algoz e impetuosa centrada em uma raiva alimentada pela psicosfera instintiva em desequilíbrio não perceptual.


Todo mundo vibra faixas obsediantes por serem e estarem em meio as densidades da luz relativa, portanto quando o valor do pensamento tem a potencia da moral carnal, e sendo assim todo aquele que percebe em si o que deve ser transformado vendo em si a mudança da postura e dos pensamentos caminhará mais facilmente para as faixas sutis e superiores.

E todo aquele que usar da habilidade manipuladora da qual nunca admitira que é ou existe, este esta fadado a usar o evangelho que o justifica na dimensão que ele já respira: dos obsessores.


O tema é vasto e não para por aqui, mas a questão é darmos uma noção maior do quanto nos enganamos e nos escravizamos por nossa própria ordem e condução mental.


15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo